quarta-feira, 19 de maio de 2010

Tipos e desenhos

Duas paixões.

Encontrei um jogo de cama assim, com tipos. Palavras bonitas e o mais interessante: não há um caractere sequer que seja Times New Roman!

Tinha vontade de revestir um móvel com revista em quadrinhos para o meu filho. Mas não tenho coragem. Livro e revista, aqui em casa são relíquias, e seu valor sentimeental aumentam com o tempo e no caso de já serem vintage, então... o amor aumenta em PG, se multiplica. A menos que eu revista o móvel com apostilas técnicas, mas ó, tem que ter muito carão para segurar uma mesinha no quarto estampada com dicas de segurança no trabalho ou administração, que é que temos sobrando! No way!

Fiz algo parecido num armário detonado de cozinha. Peguei um romance dos anos 70 (que peninha!) que eu não leria de jeito nenhum, e cobri as portas e gavetas com as páginas.

Ficou bonito. O problema, é que eu tenho mania de ler. E tendo em vão ler o armário.

Teve uma página que fiz questão de deixar de lado e foi para o lixo: a personagem recebia a notícia de uma morte. Notícia ruim não, né?

Quero colar um dia, um jornal que noticie a cura do câncer.

(Ou o fim da música sertaneja, ehehehehe.)

Um comentário:

Velazquez disse...

hahaha! gostei! " um jornal que noticie o fim da música sertaneja".